Bem Vindo(a) ao Blog destinado aos amantes da Aquariofilia. Aqui poderá encontrar links úteis, fotos de aquários, fotos de peixes, informações gerais sobre Aquariofilia, etc.
Sábado, 9 de Agosto de 2008
Manutenção de MBUNAS parte VI

6. Reprodução dos M’bunas:

 

 

Existe um opinião comum no seio da aquariofilia: a reprodução dos M’bunas é muito fácil. Eles fazem parte das espécies que dão as primeiras vitórias de criadores aos iniciados em aquariofilia. Não nos podemos esquecer do entusiasmo e a alegria que tivemos quando tivemos as nossas primeiras crias, minúsculas a vaguearem pelo aquário.
Todos eles são incubadores bucais e todos se reproduzem da mesma forma, ou seja, todos acasalam da forma “posição em T” e todo o ritual que este tipo de acasalamento requer. A “posição em T” é alternada entre o macho e a fêmea.

A poligamia é uma regra absoluta nestas espécies, nunca há formação de casais e há sempre mais tolerância entre indivíduos de sexo oposto quando têm territórios próximos. O ritual antes do acasalamento só diz respeito ao macho, enquanto a incubação dos ovos e posterior protecção da prole cabe esta tarefa unicamente à fêmea.

Geralmente é possível apreciar certas diferenças no que respeita aos locais preferidos para o ritual de acasalamento. Algumas espécies preferem a postura nas cavidades entre as rochas, outras preferem fazê-lo sobre uma rocha plana, outras ainda poderão fazê-lo em rochas junto do substrato, fazem antes uma cova para a postura.

Os M’bunas são uns excelentes pais e que evoluíram no sentido de conseguirem com alguma astúcia proteger os seus filhos e terem sucesso na proliferação das suas espécies num ambiente tão austero e com vários predadores destes pequenos peixes.

No lago Malawi não vemos comportamentos tão variados de reprodução como no lago Tanganyika, onde desenvolveram comportamentos muito diferentes uns dos outros de modo a conseguirem a proliferação das espécies num habitat repleto de predadores.

Após o acasalamento, e após a fêmea ter já os ovos todos na cavidade bocal, procura uma cavidade entre a decoração e lá fica escondida e protegida dos ataques do macho. Esta fase de incubação dura geralmente 3 semanas, por vezes menos desde que a fêmea não sinta predadores por perto.

É sempre possível “pescar” a fêmea antes desta largar os alevins (2 semanas) e forçá-la a largas os seus filhos. A captura quase sempre se torna num processo bastante difícil e demorado. Nestes casos o método mais simples será retirar a decoração para facilitar o processo de captura e assim diminuirmos o stress que a fêmea vai sofrer. O espaço entre ninhadas da mesma fêmea anda em redor dos 2 meses, sem contar com o período de incubação.

Os alevins expulsos no aquário comunitário na sua generalidade serão considerados alimento pelos outros adultos, no entanto alguns deles escapam à depredação e depois de atingirem os 2 cm já serão bem suportados pelos adultos que praticamente os ignoram.
A manutenção dos pequenos peixes num aquário específico de crescimento, não representa qualquer tipo de dificuldade devido ao tamanho destes ser de aproximadamente 1 cm conseguindo comer comida em pó e artémia recém-eclodida.

Os jovens conseguirão atingir a sua maturidade sexual aos 7 meses aproximadamente. É preferível não deixar incubar as fêmeas muito cedo já que isso pode comprometer o seu crescimento, podendo atrofiá-las.
Note-se que para haver sucesso na reprodução devemos ter um macho de tamanho superior ao das fêmeas, caso contrário será difícil conseguir, pelo simples facto de a fêmea não aceitar um macho que não a consiga dominar. Por vezes acontece que temos uma fêmea mais velha num aquário entre outros da mesma espécies mais novos, ela neste caso dominará o aquário e terá comportamentos próximos dum macho dominante, impedindo os jovens machos de tentarem qualquer tipo de acasalamento.

 

Retirado de :



publicado por Bruno Silva às 16:24
link do post | comentar | favorito

links
posts recentes

FitnessEveryWhere

Biótopo = Qualidade de Vi...

Manutenção de MBUNAS part...

Manutenção de MBUNAS part...

Manutenção de MBUNAS part...

Manutenção de MBUNAS part...

Manutenção de MBUNAS part...

Manutenção de MBUNAS part...

Manutenção de MBUNAS part...

Manutenção de MBUNAS part...

Manutenção de MBUNAS part...

Manutenção de MBUNAS part...

Das fotografias mais bela...

Comportamento e Reproduçã...

Manutenção do Aquário

A Montagem e primeiros pa...

Características necessári...

O que deve saber para mon...

Anatomia do Peixe

Receita para BUFFERS

arquivos

Dezembro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

todas as tags